::: Wish List – Livros políticos que desejo :::

Talvez para alguns de vocês isso seja uma novidade mas a Monique aqui ama política, mesmo com todos os problemas que enfrentamos, esse universo ainda é algo que me encanta. Na faculdade de Relações Internacionais minha matéria preferida era Ciências Políticas.

Dito isto, fiz uma wish list curtinha e até que bem em conta pela importância dos livros e pelos seus devidos tamanhos! São apenas 3 livros e como é uma wish list deixo o link de compra dos lugares mais baratos para que se alguma alma resolver me dar algum deles, sinta-se plenamente a vontade, minha árvore de Natal ficará imensamente feliz com esse presente e eu vou te abraçar pelo resto da vida ❤

diarios_da_presidencia_vol_1_1446663576534949sk1446663576b

A articulação política para a formação do governo. O necessário convívio com o fisiologismo. As intrigas palacianas. Os atritos com o Congresso. A negociação com os setores retrógrados. A reforma do Estado. A solidão. Durante seus dois mandatos como Presidente da República (a primeira entrada data de 25 de dezembro de 1994, quando o presidente eleito mas não empossado reflete sobre a composição do ministério), Fernando Henrique Cardoso manteve o hábito quase semanal de registrar, num gravador, o dia a dia do poder.
Os diários têm a franqueza das confissões deixadas à posteridade – como de fato era a intenção original do autor. Neles transparecem as hesitações do cotidiano, os julgamentos duros de amigos próximos, os pontos de vista que mudam com os fatos, as afinidades que se criam e as que arrefecem. Para o leitor, são não só uma janela aberta para a intimidade do poder como uma ferramenta valiosa para a compreensão do Brasil contemporâneo.
Os registros orais de FHC foram transcritos por Danielle Ardaillon, curadora do acervo da Fundação Instituto Fernando Henrique Cardoso, revistos pelo autor e pela editora, e serão organizados em quatro volumes bianuais (1995-6; 1997-8; 1999-2000; 2001-2). Os dois primeiros anos compreendem quase noventa horas de gravação, decupadas a partir de 44 fitas cassete, que renderam mais de novecentas páginas.

Links para compra: Amazon Saraiva FNAC

momentos_de_decisao_1325681285b

CONHEÇA A VIDA DE UM GRANDE ESTADISTA, CUJAS DECISÕES INFLUENCIARAM UMA PODEROSA NAÇÃO

Nessa franca e envolvente prestação de contas, o ex-presidente George W. Bush descreve as decisões críticas que deram forma à sua presidência e vida pessoal.
Momentos de Decisão conduz o leitor para o universo glamoroso dos bastidores da vida política do ex-presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. As decisões que chegaram à sua mesa tiveram impacto mundial e certamente influenciaram os tempos em que vivemos.
Esta autobiografia surpreenderá a todos ao desvelar como ele idealizou cada uma de suas decisões, especialmente a guerra do Afeganistão e as técnicas de interrogação usadas contra supostos terroristas.
O leitor também conhecerá o outro lado da vida de um dos mais comentados presidentes da história norte-americana, desde sua decisão de parar de beber até o relacionamento com seus pais, esposa e filhas, mostrando inclusive as cartas sinceras que o ex-presidente e seu pai trocaram na noite da invasão no Iraque.

Links para compra: Extra Casas Bahia Amazon

minha_vida__bill_clinton_1234994218b

O autor de “Minha Vida”, cujo nome de batismo é William Jefferson Blythe IV, não usa meias palavras e nem se furta aos esclarecimentos em sua autobiografia, que chega agora às livrarias brasileiras. Clinton mantém o ritmo da narrativa e o estilo leve, sem afetações, tornando o livro umaleitura cativante.

Os relatos de Clinton revelam os detalhes das conquistas de seu governo e os problemas enfrentados no cotidiano na presidência dos Estados Unidos. Entre as conquistas, figura a perspicácia e sutileza usadas para fazer com que Ytzhak Rabin e Yasser Arafat dessem as mãos na frente das câmeras. Ele confessa lamentar dois episódios: não ter conseguido capturar o já então procurado Osama Bin Laden, que depois comandaria o ataque ao World Trade

Center; e a falta de resultados da ação americana em Ruanda, que não evitou o genocídio, em 1994. “Esse é um dos grandes arrependimentos da minha presidência”, declarou. Houve ainda o custo, em sua vida pública e privada, do escândalo que quase inviabilizou sua presidência.

Com 32 páginas de fotografias, o livro “Minha Vida” não apenas mostra fatos, mas também pensamentos e todas as nuances das situações enfrentadas por Bill Clinton ao longo da vida, desde a relação complicada com o padrasto, passando pelo início do namoro com Hillary e pela experiência de ser pai de Chelsea. Por não ter conhecido o pai, que morreu três meses antes de seu nascimento, o ex-presidente fazia questão de estar presente em todos os momentos do crescimento da filha. “Por mais distante que fosse o evento, ou por mais longa que fosse a sua duração, eu sempre voltava para casa à noite para estar de manhã em casa quando Chelsea acordava. Assim eu podia tomar o café-da-manhã com ela e com a Hillary e, quando ela ficou maiorzinha, levá-la para a escola”, conta ele.

Links para compra: Casas Bahia Extra

Boa leitura e espero que gostem. Quem tiver alguma dica é só deixar nos comentários 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s